O óbulo da viúva

O Evangelho propõe uma reflexão sobre a postura de Jesus: estamos diante de duas realidades, os doutores da Lei e a viúva, ambos prestando culto a Deus. A viúva, ao dar sua moeda ao tesouro do Templo, deixa ali tudo o que tinha, e não o que lhe sobrava. Esta mulher nos ensina como dar a Deus tudo o que temos e somos, na simplicidade da vida. 

Qual é o verdadeiro culto que Deus espera de nós? Qual deve ser a nossa resposta à Sua proposta de Salvação? A forma como Jesus aprecia o gesto daquela pobre viúva não deixar lugar a qualquer dúvida: Deus não valoriza os gestos espetaculares, cuidadosamente encenados e preparados, mas que não saem do coração; o que Deus pede é que sejamos capazes de lhe oferecer tudo, que aceitemos despojar-nos das nossas certezas, das nossas manifestações de orgulho e de vaidade, dos nossos projetos pessoais e preconceitos, a fim de nos entregarmos em Suas mãos, com total confiança, numa completa doação, numa pobreza humilde e fecunda, num amor sem limites e sem condições.

Padre Alex Sérgio da Silva, Mipk.
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário