NOVENA A SÃO MAXIMILIANO KOLBE - 11 AGOSTO 2015



Do Evangelho segundo Lucas (9, 1-6)

“Reunindo Jesus os doze Apóstolos, deu-lhes poder e autoridade sobre todos os demônios, e para curar enfermidades.
Enviou-os a pregar o reino de Deus e a curar as enfermidades.
Enviou-os a pregar o reino de Deus e a curar os enfermos.
Disse-lhes: “Não leveis coisa alguma para o caminho, nem bordão, nem mochila, nem pão, nem dinheiro, nem tenhais duas túnicas.
Em qualquer casa em que entrardes ficai ali até que deixeis aquela localidade. Onde ninguém vos receber, deixai ali aquela cidade e em testemunho contra eles sacudi a poeira dos vossos pés.”
Partiram, pois, e percorriam as aldeias, pregando o Evangelho e fazendo curas por toda parte”




Reflexões: Dos Escritos de São Maximiliano Kolbe
“A característica que deve impregnar toda a nossa atividade é que ela se realize através da Imaculada, até que o objetivo e a conquista do mundo inteiro e de cada pessoa à Imaculada, e através dEla, ao sacratíssimo Coração de Jesus” (cf SK 382).


Testemunho
Edney Prata Serrão – Jovem da MI de Breves
Saudações Jovens da Milícia da Imaculada! Uma imensa alegria tomou conta de meu coração ao poder partilhar com vocês experiências incríveis e poder conhecê-los e conhecer a imensa responsabilidade de ser JMI no mundo de hoje.
Não apenas para mim, mas para todos os jovens milicianos de Breves/ Marajó- PA, foi uma experiência única poder participar do II Encontro Nacional de Jovens dos Movimentos e Novas Comunidades. (...)
Digo isto porque para nós, o encontro se iniciou bem antes, nos dias 11 e 12 com a chegada dos Missionários da Imaculada Padre Kolbe, Louis Marie e João Paulo, aqui em nossa cidade de Breves, no Marajó. Eles acompanharam nossa realidade e puderam conhecer pessoalmente um pouco do que fazemos e da missão que desenvolvemos aqui em Breves. Foi um momento de graça divina recebê-los em nossa cidade. (...) Essa rápida visita nos deixou com vontade de nos dedicarmos ainda na missão de “conquistar o mundo inteiro a Cristo pela Imaculada”, como quis São Maximiliano Kolbe.
Missão é sair ao encontro do outro! E foi com essa certeza que cheguei a Belém no dia 15 de Julho, (...) rezei e meditei bastante o santo terço, para que Maria Santíssima me mostrasse a face de Deus, e me mostrou. Fiquei muito feliz porque conheci comunidades e movimentos jovens de diferentes carismas. (...) Depois de um vasto processo de formação, fomos enviados a levar a Boa Nova de Jesus a diferentes realidades de Belém.
No Marajó, sempre saímos para missionar nas ruas e nas comunidades ribeirinhas, enfrentando às vezes cerca de 8 horas de viagem, em barcos. Mas desta vez, recebi uma graça melhor ainda (...) fui encaminhado para o Abrigo Calabriano, que cuida de pessoas com necessidades físicas, de crianças que nascem com aneurisma cerebral a que foram abandonadas ou maltratadas pelos pais. Senti que essa era a terra boa, na qual deveríamos plantar a semente do amor e assim fizemos.
Quando chegamos ao Abrigo, nos deparamos com a maior beleza daquele local, as crianças nos receberam com os sorrisos mais surpreendentes que já vi até agora, vi que o próprio Jesus sorria para nós através delas. De fato, não me enganei. Após conhecermos as crianças e os espaços do Abrigo, fomos participar da Missa, que seria celebrada no mesmo local. O que mais me tocou na celebração da missa, além da Eucaristia, foi o fato de uma das crianças sentar-se no meu colo, e quando o sacerdote rezava o ato da consagração do pão e do vinho, a criança me deu um abraço tão forte, que obriguei-me a chorar. Naquele momento senti como criança no colo do Pai, afagado e amado por Deus. Essa foi minha maior experiência missionária. Entendi que fazer missão é mais do que levar o amor de Jesus as pessoas, é também ser amado por Ele.
Enfim, o encontro foi de suma importância, porque aprendi uma lição que vai marcar minha vida; que para evangelizarmos o mundo, devemos antes ser evangelizados. E com esse ardor missionário, quero continuar levando o amor da Maria Santíssima a todos os corações que precisem de conversão, que necessitem ser amados, assim como eu fui. E tudo o que aprendi com os jovens de todo Brasil, trouxe para os Jovens da Milícia da Imaculada de Breves, para juntos podermos levar essa mensagem de amor a todos os lares marajoaras. Sei que essa é uma missão árdua, mas guiados pelas mãos de Maria, vamos levar o amor de Cristo aonde nos enviarem. (...) É com essa certeza que anunciamos o amor de Cristo neste imenso chão marajoara, do açaí e rio sem par.


Pai-nosso... Dez Ave- Maria, Glória ao Pai ... Consagração


Canto: Nossa Missão

Desde o ventre da minha mãe, já me conhecia 
Antes que eu nascesse Jesus me escolheu,
Hoje a minha vida é para o seu louvor, 
Sigo anunciando o seu eterno amor...

Aonde mandar eu irei Seu amor eu não posso ocultar Quero anunciar para o mundo ouvir que Jesus é o nosso Salvador.(2x)


Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário