NOVENA A SÃO MAXIMILIANO KOLBE - 06 AGOSTO 2015



Do Evangelho segundo Mateus (6, 25-30)
“Portanto, eis que vos digo: Não vos preocupeis por vossa vida, pelo que comereis, nem por vosso corpo, como vos vestireis.
A vida não é mais do que o alimento e o corpo não é mais que a veste? Olhai as aves do céu:
Não semeiam nem ceifam, nem recolhem nos celeiros e vosso Pai celeste as alimenta. Não valeis vós muito mais do que elas?
Qual de vós por mais que se esforce, pode acrescentar um só côvado à duração de sua vida? E por que vos inquietais com as vestes?
Considerai como crescem os lírios do campo; não trabalham nem fiam.
Entretanto, eu vos digo que o próprio Salomão no auge de sua glória não se vestiu como um deles.
Se Deus veste assim a erva dos campos, que hoje cresce e amanhã será lançada ao fogo, quanto mais a vós, homens de pouca fé?


Reflexão: “A nossa grandeza não consiste no acumular bens materiais, mas no liberar-se deles” (Conferencia de 29.08.1937).
“A substância da pobreza é: não ser apegados às coisas” (SK 963).

Testemunho:
Ronaldo Rodrigues – Jovem da MI - Paraíba
“Ajudar os homens e as mulheres do nosso tempo a se encontrar com Jesus e ter a alegria de carregá-lo no coração”, vejo-me assim, com as palavras do Papa Francisco, na Evangelii Gaudium. Há três anos coloco-me no coração de Maria e dedico a minha consagração e vivencio os meus costumes de acordo com o seu carisma e nos moldes de São Maximiliano Kolbe. Tenho sede e busco sempre dedicar-me a vida consagrada, mesmo estando longe de São Bernardo do Campo. Toda vocação é boa e bonita, basta vivê-la em plenitude. Como Simeão, devemos, como consagrados e consagradas, ter sempre em nossos corações o desejo do encontro com Jesus e de receber Dele a plenitude de vida e de sua graça, que somente Ele pode nos oferecer.
Esta é a luz que ilumina nossas vidas, nossos passos e aquece nossos corações para seguirmos em frente e busca sempre mais. Não são poucos hoje aqueles ou aquelas que vivem suas vidas como se Deus não existisse. A estes devemos, com coragem, anunciar a boa nova do Reino servindo de elo, colocando sempre a nossa consagração para ajudar ao próximo.
Constatamos com alegria que os Jovens da milícia e as outras formas de vida apostólica vão, aos poucos, encontrando seus lugares na Igreja e no mundo, manifestando a força transformadora do Evangelho de Jesus Cristo. É importante que a vocação e a missão de cada um de nós seja cada vez mais valorizadas, estimuladas e testemunhadas, a fim de que a Igreja seja realmente uma comunidade plena de dons e de carismas, assim como vivenciei em meu acompanhamento a frente da Milícia.
Diante deste estado de coisas, devemos ritmar nossos passos no caminho de Jesus, descobrindo que Maria e Jesus nos dá tudo àquilo que nos faz plenamente felizes. Por Ele e Ela, vale à pena deixar tudo e arriscar a vida. Somente Eles podem saciar nossa sede e nossos desejos de paz e de felicidade que se anima em nosso coração. 

Pai-nosso... Dez Ave- Maria, Glória ao Pai ... Consagração.


Canto: Só por Ti Jesus
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário