Deus é apaixonado por nós!

Encontramos que o Senhor tem tanto entusiasmo: fala de alegria e de uma palavra: ‘Sentirei alegria em meu povo’. O Senhor pensa naquilo que fará, pensa que Ele, Ele próprio, estará na alegria com o seu povo. É como se fosse um sonho do Senhor: o Senhor sonha. Tem o seus sonhos. Os seus sonhos em relação a nós. Ah, que belo quando nos encontraremos todos juntos, quando nos encontraremos lá ou quando aquela pessoa caminhará comigo... Naquele momento, sentirei alegria!’ Para dar um exemplo que possa nos ajudar, é como se uma moça com o seu namorado ou o jovem com a namorada (pensasse): ‘Mas quando estivermos juntos, quando nos casarmos …’. É o ‘sonho’ de Deus.

Deus pensa em cada um de nós e pensa de maneira positiva, nos quer bem, sonha pensando em nós. Sonha com a alegria que sentirá conosco. Por isso, o Senhor quer nos ‘re-criar’, fazer com que nosso coração se renove, ‘re-criar’ o nosso coração para que a alegria triunfe”:

Vocês pensaram? O Senhor sonha comigo, pensa em mim! Eu estou na mente, no coração do Senhor! O Senhor é capaz de mudar a minha vida e faz muitos planos: Construiremos casas, plantaremos vinhas e comeremos juntos... todos esses sonhos que faz somente uma pessoa apaixonada. O Senhor se mostra apaixonado pelo seu povo e lhe diz: Eu não escolhi você porque você é o mais forte, grande e poderoso. Eu escolhi você porque você é o menor de todos. Pode-se dizer: o mais miserável de todos, mas eu escolhi você assim e isso é amor. Deus é apaixonado por nós!

Acredito que não exista teólogo que possa explicar isso: não se explica. Somente sobre isso se pode pensar, sentir e chorar de alegria. O Senhor pode nos mudar. E o que devo fazer? Crer. Crer que o Senhor pode me mudar, que Ele é poderoso: como fez aquele homem, no Evangelho, que tinha um filho doente. Senhor, vem antes que o meu filho morra. Vai, o teu filho vive! Aquele homem acreditou na palavra que Jesus lhe tinha dito e se colocou a caminho. Ele acreditou. Acreditou que Jesus tinha o poder de mudar o seu filho, a saúde de seu filho. E venceu. A fé significa abrir espaço para este amor de Deus, é abrir espaço para a força, para o poder de Deus, mas não ao poder de um que é muito poderoso, mas ao poder de uma pessoa que me ama, que é apaixonada por mim e quer a minha alegria comigo. Isto é fé. Isto é crer: é abrir espaço ao Senhor para que Ele venha e me mude.

(Homilia do papa Francisco na Casa Santa Marta)

Fonte: RV
Proxima
« Anterior
Anterior
Proxima »
Postar um comentário
Obrigado pelo seu comentário